Simpósio

Os Simpósios de História do Vale!

Um dos mais tradicionais eventos promovidos e organizados pelo Instituto de Estudos Valeparaibanos (IEV), o Simpósio de História nasceu, na realidade, um ano antes do próprio Instituto, em 1972, quando núcleos da antiga Faculdade Salesiana de Filosofia, Ciências e Letras de Lorena, guiados pelas recentes reflexões da Igreja Católica em torno de sua relação com o mundo, sentiram a necessidade de envolver-se efetivamente com a comunidade ao seu redor, com o objetivo de promover um diálogo e relacionar de fato os saberes produzidos à realidade da sociedade.
Havia, de modo geral, uma consciência dos problemas socioeconômicos enfrentados na região, ligados em especial ao empobrecimento da população, ao crescimento urbano desordenado, à degradação ambiental e ao descaso pelo patrimônio cultural. Era, portanto, preciso voltar-se a essas questões problemáticas, e foi nesse contexto que começaram a surgir, na Faculdade Salesiana, movimentos estudantis, debates e reflexões relacionadas às necessidades do Vale do Paraíba.

Essas iniciativas acabaram por estender-se além dos muros da instituição, e um grupo liderado pelo professor universitário José Luiz Pasin idealizou o I Simpósio de História do Vale do Paraíba, promovido pelo Departamento de História da Faculdade, com o tema “O Vale do Paraíba no Processo da Independência”. O evento foi um sucesso tanto em termos de público quanto de conteúdo: mais de trezentas pessoas compareceram, entre professores, pesquisadores, escritores, jornalistas e estudantes, e os trabalhos apresentados mostraram-se de grande relevância.
O sucesso do evento evidenciou o potencial e a importância de iniciativas como essa e plantou em seus idealizadores o desejo de dar continuidade ao projeto. Era, contudo, necessário estruturá-lo, dar-lhe bases sólidas e expandi-lo, e surgiu a ideia da criação de uma instituição específica para esse fim. Em 1973, nasceu o IEV, que pelas décadas seguintes não somente cumpriria sua missão de manter o Seminário de História, mas também possibilitaria diversas outras ações em prol da conservação da cultura e da história do Vale do Paraíba.
Ao decorrer dos anos, o Simpósio passou por diversas cidades e estabeleceu parcerias com várias instituições. Até 2002, seu formato foi bianual, com duração de cinco dias. Em 2003, passou a ser realizado anualmente, com duração de três dias. Em 2013, houve nova mudança no formato, por conta da amplitude do tema escolhido (Literatura e História no Vale do Paraíba) e do significativo aumento no número de trabalhos inscritos. A partir desse ano, passou a haver um período chamado de pré-simpósio, realizado em diferentes cidades, com atividades variadas que garantem dinamismo ao evento.

Na escolha do tema de cada edição e na concretização do Simpósio, seus dirigentes procuram sempre unir assuntos atuais e relevantes em torno das causas que são reconhecidamente suas bandeiras de luta: a valorização da terra e a preservação e a defesa do patrimônio cultural e ambiental do Vale do Paraíba.
O Simpósio de História, desde o princípio, contribuiu de forma incalculável para a preservação do patrimônio cultural e ambiental da região, discutindo temas polêmicos, lançando importantes obras e abrindo espaço para novos intelectuais. Edição após edição, possibilitou que muitas pessoas se encantassem com a história vale-paraibana e se interessassem, posteriormente, por desenvolver estudos e análises sobre a memória e a cultura da região. Todo o material produzido, de muita qualidade e disponível no acervo do IEV, alimenta até hoje pesquisas e trabalhos de diversos tipos, em diferentes áreas do conhecimento.

Confira a relação dos Simpósios de História do Vale do Paraíba
1972 – Lorena: O Vale do Paraíba no Processo da Independência1974 – Guaratinguetá: O Desbravamento e o Povoamento do Vale do Paraíba1976 – Pindamonhangaba: O Vale do Paraíba no Panorama do Segundo Reinado1978 – Vassouras: O Vale do Paraíba nos séculos XVIII e XIX – Evolução Política, Econômica, Cultural e Social1980 – Taubaté: O Vale do Paraíba na República Velha1982 – Juiz de Fora: O Vale do Paraíba nas Primeiras Décadas do Século XX1986 – Aparecida: Manifestações Culturais no Vale do Paraíba – Arte, Religião e Folclore1988 – Petrópolis: O Negro no Vale do Paraíba1990 – Roseira: Urbanização no Vale do Paraíba1992 – Paraíba do Sul: História das Ideias no Vale do Paraíba – Movimentos Populares1994 – São José dos Campos: Migrações no Vale do Paraíba1996 – Itatiaia/Resende: A Presença Militar no Vale do Paraíba1998 – Campos do Jordão: Vale do Paraíba – Caminhos e Povoamento2000 – Quatis: Evolução das Cidades Valeparaibanas2002 – Lorena: Patrimônio Cultural no Vale do Paraíba2003 – Paraty: Vale do Paraíba e Paraty – Caminhos e Descaminhos da História2004 – Caraguatatuba: O Indígena no Vale do Paraíba e Litoral Norte2005 – Taubaté: Comunicação e História no Vale do Paraíba2006 – Cruzeiro: Estrada Real – História e Turismo2007 – São José dos Campos: Educação e Educadores no Vale do Paraíba2008 – Resende: Fé e Poder no Vale do Paraíba2009 – Santo Antônio do Pinhal: O Desenvolvimento dos Transportes no Vale do Paraíba2010 – Taubaté: Do Sagrado ao Profano – As Festas Populares no Vale do Paraíba e suas Projeções no Século XXI2011 – Lorena: A Importância dos Arquivos para Pesquisa e o Ensino na Perspectiva do Século XXI2012 – Cachoeira Paulista: Vale do Paraíba – A Memória do Trem2013 – Aparecida: Literatura e História no Vale do Paraíba2014 – Cunha: Vale do Paraíba – Música e História2016 – Lorena: A Mulher do Vale do Paraíba2018 – Resende: Cidadania Valeparaibana – Uma abordagem interdisciplinar do desenvolvimento regional

+ Professor Diego Amaro, atual presidente do IEV, fala sobre a mesa de encerramento do XXX Simpósio de História do Vale do Paraíba: A mulher na literatura valeparaibana
+ Professor Francisco Sodero, membro fundador do IEV, apresenta o tema do Simpósio de História do Vale do Paraíba, edição de 2019.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *